domingo, 23 de agosto de 2015

Enquanto isso, na Garagem....


  • Hora de apertar a corrente da primária da Poderosa. 
  • O sinal claro de que está na hora do aperto é a bateção da corrente na carcaça da caixa da primária, em um nítido "tec, tec, tec" , principalmente na marcha lenta e próximo à ela. Vamos às imagens;
  • Abaixo, uma imagem de como estava a regulagem. A base do tensionador está no limite da estria do parafuso philips (acho que é philips).






  • Uma imagem mais próxima.






  • Depois do ajuste, subindo um ponto (um dente) na fixação do tensionador. Percebe-se que a base do tensionador avançou o limite da estria do parafuso.





  • Abaixo, uma imagem do funcionamento.



  • Após o ajuste, as batidas da corrente contra a carcaça da caixa da primária pararam, e a moto ficou com um rodar mais constante na marcha lenta.
  • Existem limites técnicos para o ajuste da corrente da primária, como podem ver no link abaixo.

http://capixabaerrante.blogspot.com.br/2014/02/enquanto-isso-na-garagem.html

  • Não me fixei na técnica, visto que eu não tinha outra opção senão apertar, no mínimo um ponto, pois estava realmente necessitando de ajuste, após o qual ficou perfeito.
  • Deve-se lembar que, caso seja necessário um aperto respeitando-se os limites traçados no manual, deve-se rodar o conjunto até seu momento mais apertado (sim, a tensão varia de acordo com o momento) e realizar as medições nesta posição.
  • Por fim, um vídeo onde mostro a lubrificação automática da corrente primária, executada pela bomba de óleo do motor.
  • Também é importante observar que apenas se verifica o gotejamento de óleo sobre a corrente com o motor em marcha lenta.




2 comentários:

  1. Muito bem observados todos os pontos meu amigo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Diosnel, obrigado pelo (qualificado) elogio. Forte abraço.

      Excluir